8 de dez de 2011

Cap 19 - A Porta Estreita - Parte 7

A PORTA LARGA E A PORTA FECHADA

“13ENTRAI PELA PORTA ESTREITA; PORQUE LARGA É A PORTA, E ESPAÇOSO O CAMINHO QUE CONDUZ À PERDIÇÃO, E MUITOS SÃO OS QUE ENTRAM POR ELA; 14E PORQUE ESTREITA É A PORTA, E APERTADO O CAMINHO QUE LEVA À VIDA, E POUCOS HÁ QUE A ENCONTREM.” MATEUS 7:13-14

“24PORFIAI POR ENTRAR PELA PORTA ESTREITA; PORQUE EU VOS DIGO QUE MUITOS PROCURARÃO ENTRAR, E NÃO PODERÃO. 25QUANDO O PAI DE FAMÍLIA SE LEVANTAR E CERRAR A PORTA, E COMEÇARDES, DE FORA, A BATER À PORTA, DIZENDO: SENHOR, SENHOR, ABRE-NOS; E, RESPONDENDO ELE, VOS DISSER: NÃO SEI DE ONDE VÓS SOIS;” LUCAS 13:24-25

A gente está atrás de portas que nos ofereçam soluções e certas escolhas são portas enganosas, verdadeiras portas de ilusão. A porta larga é aquela pela qual temos transitado no decorrer dos séculos, expressa o apego às coisas materiais e aos valores de toda a ordem que arregimentamos sem seleção, a nos fixarem nas engrenagens da vida transitória. Por ser fácil passar ela é a preferida, e tanto a porta larga quanto o caminho espaçoso apresentam facilidades para entrar e continuar. Além de ser a opção menos feliz é também ponto de acesso a veredas que conduzem a situações difíceis ao sabor das ilusões.

Vereda é caminho estreito, atalho, e toda vereda leva a algum lugar, e não são poucas as veredas que muitos têm percorrido acalentados pelas tendências imediatistas, a exigirem retificação e acerto pelas vias da reeducação. Por tal motivo sempre encontraremos pessoas em sérias dificuldades ou envolvidas em situações difíceis, simplesmente porque buscam as ilusões das facilidades. Afinal, se insistimos no menos conveniente precisamos recordar que há leis reguladoras da vida e de suas manifestações, e elas costumam aceitar desafios.

A lei visa manter o equilíbrio do universo, e se optarmos pela porta larga e, consequentemente, pela rota espaçosa, é natural que negativa seja a resposta da vida, pois as veredas que levam à perdição são geradoras da desgraça, da desventura e da infelicidade. E amplamente enganados estão todos os que nos asseveram que no vale profundo respiraremos o ar puro e contemplaremos paisagens distantes e belas. Sem dúvida ela é preferida por muitos, não por todos, porque vários já visualizam o caminho redentor e tudo o que requer trabalho e constância é para poucos. Porém, a perdição não é eterna, irremissível.

Saturados na dor passamos a sentir a necessidade de mudar, e se nos desviamos da rota adequada é razoável o apelo ao amor para que a dor diminua.

Fica um lembrete da maior importância: abandonemos a ilusão antes que a ilusão nos abandone.

O sistema da porta é a mudança interior. A porta aberta é a oportunidade que surge, não devemos nos esquecer. Se você está recolhendo informação e está conseguindo metabolizar e aplicá-las no seu dia a dia, você está sempre com essa porta aberta. E todos estamos cansados de saber onde está essa porta, essa oportunidade importante, e como ela é transposta. Um exemplo nítido de uma porta a transpormos é um familiar complicado, isto é, quando não é a gente o legítimo complicador.

O importante é que tenhamos a percepção clara do instante em que a porta está aberta.

Essa porta aberta que, sem dúvida, vai ser aberta dentro de uma oportunidade real de transformação. Saber aproveitar a oportunidade, porque muitas vezes nós tentamos forçar as portas. A gente quer penetrar nas raízes do problema quando não teríamos a estabilidade suficiente para fazermos contato com a dificuldade e sair dessa dificuldade de forma positiva. Outras, nós fechamos uma porta de oportunidades, de crescimento à nossa frente, e isso ocorre quando fechamos os olhos ou damos as costas àquilo que nos chega juntamente com um fator clareador para aqueles componentes da vida que precisam ser modificados. A gente tem aprendido que a oportunidade volta no tempo, embora o tempo jamais volte. Pelo menos o relativo dele. Esse não volta.

E quando nós perdemos a oportunidade no instante em que ela abrange uma série de fatores e circunstâncias, em seu momento crucial, quanto a essa possibilidade nós temos que esperar a combinação nova e a complementação de outra nova etapa. Então, muitas oportunidades são oportunidades com uma série de fatores conjugados, uma possibilidade de alta expressão no tempo. E podemos ter oportunidades com intervalo de tempo pequeno, reduzido, estreito, por exemplo, não fiz hoje, posso fazer amanhã, outras relativas e até milenar.

Temos que aproveitar, pois a porta não fica aberta por período de tempo indeterminado.

Leia com carinho o versículo referenciado na introdução. Em muitas situações a porta se fecha. E cerrar a porta significa fechar o sistema. Cessou, vai ter que esperar.

Isto é, você pode conquistar uma enormidade de outros valores, no entanto, aquele que você precisava fica preso, inacessível. Analise quantas criaturas perdem oportunidades valiosas desse entrar e depois lamentam, choram, pelo fato de terem perdido o ensejo.

Às vezes, alguém não valoriza a oportunidade na encarnação presente, deixa passar, leva na brincadeira, no descompromisso, e na hora que acorda e vai reconhecer, por exemplo, no momento em que espera reencontrar o adversário de outra época com o qual não reconciliou em tempo certo, no momento em que acha que vai reencontrar aquela pessoa para resolver a questão, a porta está cerrada, e diz: “Ué, mas não é possível. A porta fechou, e eu não sabia que ia fechar. Ninguém me falou.” Pois é, não sabia, não achava, mas fechou, a porta esta cerrada. E o que é pior, muitas vezes vai se aperceber e tomar conhecimento de que a próxima oportunidade não é tão próxima quanto parece.

Então, meu amigos, para muitas coisas na vida as nossas portas estão realmente fechadas, e essa porta é fechada para que eu e você possamos vir a crescer em outras áreas, em outros terrenos, crescer em outros campos. Muitos se deparam hoje com a porta fechada. Quando se está debaixo de uma prova, de uma expiação, por exemplo, não adianta, essa porta está fechada e não tem ninguém que a abra. Apenas um a pode abrir com a chave superior, e no caso é a misericórdia divina em Deus, o Cristo. Este abre pela misericórdia, e fecha.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...