26 de mar de 2017

Cap 60 - A Pesca Maravilhosa (2ª edição) - Parte 4

SOB TUA PALAVRA

“E, RESPONDENDO SIMÃO, DISSE-LHE: MESTRE, HAVENDO TRABALHADO TODA A NOITE, NADA APANHAMOS; MAS, SOBRE A TUA PALAVRA, LANÇAREI A REDE.” LUCAS 5:5

Os discípulos trabalharam toda a noite e nada apanharam. Quer dizer, eles lançaram as suas redes, mas em vão.

O trabalho a que se refere Simão Pedro foi um trabalho sem resultado, infrutífero, não ofereceu os frutos esperados.

Então, vamos analisar com carinho a questão. Para início de conversa, o trabalho foi realizado quando mesmo? À noite. Está dando para perceber? E noite lembra o quê? Escuridão.

Noite é quando se dá a desconexão da luz. Caracteriza-se pela ausência da luz. É o símbolo da escuridão que ainda prepondera em nosso espírito. É um indicativo dos diferentes tipos de imperfeições que mantemos presentes em nossa intimidade. Pode expressar-se pela manifestação da treva da ignorância, pela postura de acomodação e pela exteriorização dos padrões menos felizes que trazemos.

O trabalho realização à noite é o trabalho feito sob o nosso circuito, com a predominância exclusiva dos nossos valores desvinculados da luz, em meio às trevas da ignorância e da incompreensão, muitas delas vinculadas ao nosso espírito. Porque a escuridão é dos homens, resultado das suas vaidades e presunções.

Tantas vezes nos esquecemos disso e continuamos assim mesmo trabalhando no contexto da nossa pequenez de investimento. E quando insistimos em trabalhar e realizar qualquer coisa que seja dissociados do amparo superior, utilizando apenas os nossos padrões limitados, costumamos obter como resultado da vida grandes decepções. E ficamos frustrados. Em sentido profundo, o trabalho feito durante toda a noite é indicativo de que sem o entendimento e a aplicação do evangelho as nossas aquisições espirituais são infrutíferas. Sem contar que o trabalho realizado à noite não produz resultados duradouros.

Essa situação, no entanto, pode ser alterada.

Analisando o texto com atenção nos deparamos com umas das mais belas expressões de fé raciocinada presentes em todo o evangelho: "E, respondendo Simão, disse-lhe: Mestre, havendo trabalhado toda a noite, nada apanhamos; mas, sobre a tua palavra, lançarei a rede." (João 21:6)

Deu uma ideia? O devotado servidor se propôs a lançar a rede numa demonstração de humildade e confiança no Senhor. Daí notamos que existem dois tipos de trabalho: o efetuado antes, com a utilização única dos padrões puramente pessoais, e o realizado após o conhecimento do evangelho. A ensinar que nossa transformação íntima por si só não basta para estarmos sintonizados com a luz.

Cabe-nos, também, reconhecer nossa pequenez e adotar atitudes novas e resolutas seguindo o exemplo de Pedro. Com humildade e sentimento renovado temos que agir sob o peso da palavra de Jesus, ou seja, lançar nossa rede sob a palavra dele.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...